terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Protetor solar com repelente - ANA DERME


aaaaaaaah o verão!

(se você é mãe, com certeza leu essa frase como se fosse o Olaf falando!)


o verão é a época em que os dias são mais longos, as brincadeiras ficam mais divertidas, tem praia, tem sol, e é bem nesse detalhe que eu quero chegar.

é no verão que o número de pessoas com câncer de pele aumenta, claro que pelo excesso de exposição ao sol sem proteção adequada. mas além do disso, é no verão que aumentam (e muito) a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, que é responsável pela transmissão do vírus da dengue, zika e chikungunya (uma doença parecida com a dengue).

pensando em um produto completo que a ANA DERME criou a linha de protetores solares com repelente. (mães amam produtos 2 em 1, não é?!).



essa linha tem cinco opções de produtos:
- PROTETOR SOLAR KIDS COM REPELENTE IR3535 (fatores 30FPS e 50FPS): indicado para crianças acima de 6 meses
- PROTETOR SOLAR COM REPELENTE IR3535 (fatores 30FPS e 50FPS): indicado para gestantes e adultos
- LOÇÃO REPELENTE IR3535 SEM PROTETOR SOLAR: indicado para crianças acima de 6 meses, gestantes e adultos
qualquer um dos produtos podem ser usados diariamente e principalmente quando a exposição ao sol será maior, ou onde existem focos de mosquitos. 

os produtos devem ser aplicados suavemente e devem ser reaplicados depois de 4 horas, mas não deve ser passado mais do que três vezes ao dia.

ah, e lembrando, crianças, gestantes e pessoas com sensibilidade alérgica devem consultar seus médicos antes de fazer o uso desse produto.

Mas a Ana Derme não faz apenas esses produtos, eles têm de tudo (é real mesmo!) fazem produtos para pele, manipulados, bronzeadores, produtos para auxiliar no emagrecimento e muito mais, quer acompanhar e conhecer mais produtos feitos pela Ana Derme?

- Site: www.anaderme.com.br
- Instagram: @anaderme_farmacia
- Fanpage: /anaderme.farmacia
- Lojas:
  Sapiranga - RS
  Av. João Corrêa, 900 sala 02 a 08
  Novo Hamburgo - RS
  Av. Dr. Maurício Cardoso, 833 loja 104, Centro Clínico Regina




segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

MINHA MÃE É UMA PEÇA 2 - porque você precisa assistir!


é impossível sair do cinema e não sentir que o filme - em pelo menos uma parte - foi inspirado em você!

uma das comédias brasileiras mais elogiadas nos últimos anos, conquistou o coração de todos e está lotando os cinemas Brasil afora.


a história desse segundo filme foca nas mudanças da vida da Dona Hermínia, que virou apresentadora de TV, ficou famosa, mudou de endereço, status econômico... mas não mudou sua essência - que tanto amamos. ela continua hilária, com um humor único, mas sempre muito preocupada com seus filhos Marcelina, que decidiu virar atriz e o Juliano, que está procurando emprego e tentando decidir sua opção sexual (a parte em que ele conta que é bissexual, é simplesmente hilária). Em meio de tanta confusão, os dois resolvem sair de casa e é aí que Hermínia se sozinha, sem ter com quem conversar, ou melhor, sem ter com quem brigar. acreditem, nossa querida Hermínia vai até para a balada com os filhos!

um filme super leve feito para a família assistir e que vai te deixar com a barriga doendo de tanto rir!

ele está em cartaz até essa sexta-feira (20/01), então corre que ainda dá tempo!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

oi 2017, seja doce e leve!


os dias passam, as horas giram no relógio e muitas vezes você nem percebe que esse tempo passou, só se depara quando passa a sentir um vazio dentro de você. mas como se ao meu redor a vida está cheia?

essas questões passaram afetar meu dia a dia e meu interior passou a se tornar confuso, vazio e triste.

o gosto pelas coisas deixou de existir, o sorriso, as ideias, o amor, a vontade de ser sempre mais.

por mais que você sinta que algo está errado em você, você não consegue assumir que está com problemas internos, é difícil assumir que dentro de você existe um vazio.

ao seu lado as pessoas dizem que é apenas ocupar a cabeça, ou então que tem gente com problemas bem mais sérios que os seus, mas nada disso faz diferença para você.

mas chega uma hora (pelo menos pra mim chegou) onde percebi que sim, eu precisava de ajuda profissional para colocar minha vida de volta para os eixos, mas sabia que independente de qualquer ajuda profissional, dependeria apenas de mim a mudança.

precisei de um tempo para mim, me afastei de tudo e me voltei para dentro de mim. olhar para si mesmo é muito mais difícil do que se pode imaginar, descobrir seus medos mais profundos, assumir nossas fraquezas e defeitos, é muito mais difícil do que apontar os defeitos do coleguinha do lado.

chorei muito. tive inúmeros dias que tive que listar mentalmente quais os motivos que eu tinha para levantar da cama, e nos dias que não tinha nada, ali fiquei. fiquei até dias dentro do meu quarto, dentro do meu vazio existencial.

meu corpo, hoje mostra os resultados da falta de cuidado. descontei a minha ansiedade e tristezas na comida, engordei. meu corpo começou a entrar em colapsos, crises de intolerâncias alimentares, cólicas pélvicas sem explicações, crises gástricas e sem falar nas crises emocionais, tanto de raiva, como de tristeza.

minha mente, meu interior se deixaram levar por pequenas coisas e mesmo sabendo que nada me deixava feliz, me sentia ingrata por não estar agradecendo o que tinha. me senti quase em uma briga de gato e rato sabe? me culpava por não estar sendo grata, mas ao mesmo tempo não conseguir enxergar as coisas boas.

procurei ajuda profissional e encontrei um grande alivio nas sessões de terapia, ali é o momento onde não me sinto julgada, nem ingrata, apenas sou eu, me conhecendo através dos olhos de outra pessoa.

hoje, depois dessa pausa, ainda não me sinto “a mesma de antes”, mas já consigo ver algumas coisas com mais clareza, consigo ter momentos de alegria e gosto por estar viva e junto às pessoas que eu amo.

tenho orgulho de onde cheguei e da pessoa que me tornei, ainda não cheguei onde espero chegar, mas para que isso realmente possa acontecer de verdade, tive que parar e foi bom, mas ainda preciso me reencontrar, descobrir as respostas dos meus porquês, aceitar minhas fraquezas, trabalhar meus defeitos, sacudir o resto da poeira e seguir em frente, pois não sou só mais eu, eu preciso estar bem para fazer bem para meu filho, ensinar que sim existem dias ruins e tristes, mas que existem muitos outros dias felizes e alegres.

vai passar, está passando aos poucos e eu só tenho que agradecer à todos pelo carinho recebido. foram muitas palavras de motivação de carinho e força, não tenho como agradecer todo esse apoio de vocês.


obrigada de todo meu coração e seja bem-vindo 2017, seja doce e leve!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Sessão Fotográfica - Então é Natal!

Eu simplesmente sou apaixonada pelo Natal e desde que me tornei mãe essa data tem um significado muito especial!


O Natal é época de nascimento de uma esperança de dias melhores, perdão e muito amor!



Para registrar esse momento tão lindo e mágico, fomos na nossa querida Bárbara Schmidt e o resultado não poderia ser mais do que incrível!



Vem morrer de amores com essa sessão mágica!


























Bárbara Schmidt Fotografia
Instagram: @barbaraschmidtfotografia


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Mais um dia ao teu lado!


Dois anos.

730 dias.

17.520 horas.

Intermináveis (e torturantes) segundos.

É assim que me deparei com a realidade.

É assim que uma ausência física te deixa, sem noção da realidade, te tira a noção do tempo.

Todos os dias, desses dois anos, me parecem ontem, mas né, como já cantava o nosso saudoso Cazuza: “o tempo não para”, ele continua, por mais que você implore, o ponteiro insiste em girar.

As lágrimas já não caem com tanta frequência, à dor (e até a raiva) dá lugar ao vazio.

As lembranças antes tão doloridas, hoje dão lugar às lembranças felizes, é uma alegria de ter vivido aqueles momentos.

Mas vou ser sincera, tem dias que não são assim.

Tem dias que aparece uma saudade que te mata por dentro, que te trava e só faz pensar em tudo que poderia ter sido se nada tivesse sido do jeito que foi.

E eu vou te dizer, é uma dor enorme.

Um sorriso, um abraço, trejeito, ou aquela ligação depois de alguma coisa boa ter acontecido.

Eu rezo, todos os dias. Peço conforto e luz – mesmo que muitas vezes eu já tenha questionado porque Ele tomou essa decisão.

Tem dias, que nem rezando consigo acalmar esse coração saudosista.

Tento manter a memória viva, mas descobri que ela nos prega peças, e que aos poucos vamos esquecendo coisas que a gente queria que fossem inesquecíveis.

A voz, o calor do abraço, o brilho do sorriso, a paz.

O tempo não parou para que eu me recuperasse, a vida continuou, e hoje eu sou só saudade!


Pai, eu só queria mais um dia ao teu lado!

Te amo por todo sempre, de onde tu estiver!