dormindo no próprio quarto

novembro 04, 2015

oi pipooow!

semana boa essa não é, curtinha, assim até dá mais pique para fazer as coisas (pelo menos comigo é assim!) e por isso, essa semana comecei com mais uma mudança na vida do Lucca.

quando engravidei do Lucca, ainda morava com meus pais e desde que ele nasceu, dormiu muito pouco no berço, normalmente ele adormecia, eu o colocava no berço e logo depois do primeiro despertar para mamar, já ficava na minha cama. quando saímos de casa para morarmos sozinhos, isso continuou e a desculpas sempre novas: "ah, é inverno!" ou "ele está doentinho, quero cuidar dele" enfim, mãe sempre tem uma desculpas pra perder mais um vínculo com seu filho, pois assim vai percebendo que eles não são mais bebês e que não dependem mais tanto dos nossos cuidados.

já tentei várias vezes que ele dormisse no seu quarto, mas eu sempre desisti, pois o cansaço de acordar inúmeras vezes é muito grande, ainda mais quando se faz essa tarefa sozinha. por isso, começava, fazia um dia e no outro já parava ou então, no primeiro despertar dele, já trazia ele para minha cama.

essas mães!

mas enfim, essa semana decidi que vou insistir e não vou desistir mais uma vez e por isso fui atrás de mais dicas para que esse momento seja mais tranquilo e que tenha um sucesso mais rápido (por que meu sono agradece!)

pesquisei em vários sites que amamos e que são referências de todas as mamães, além de me basear no que está dando certo pra minha rotina, vamos lá!

para nós, mamães e papais que aderem a cama compartilhada, a melhor idade para que nossos filhos aprendam a dormir sozinhos é dos 3 anos 5 anos, pois assim, eles já tem uma autonomia maior. 


é muito importante estabelecer um diálogo, isso para qualquer situação e para as mudanças, é ainda mais importante! converse com seu filho, explique que aquele lugar é dele e que pode organizar da maneira que ele mais goste, com os personagens que prefere, assim, ele logo irá se sentir mais a vontade de ficar no seu quarto.

depois disso, é hora de começar! não é fácil, você vai acordar inúmeras vezes para acalmá-lo, ou então para colocá-lo de volta a sua cama.

ao colocar seu filho para deitar na sua cama, permaneça com ele, contando histórias, cantando canções de dormir, até que ele pegue no sono, assim ele irá se sentir mais seguro.

seu filho vai acordar a noite e das duas uma, ou ele irá chamar por você até que apareça no quarto, ou ele irá lhe fazer uma visita no seu quarto (se seu filho não fez isso nenhuma vez, me ensine sua mágica) e quando ele fizer isso, leve-o de volta e faça tudo mais uma vez e sim, vão ser longas noites, por muitos dias, mas mantenha a calma (mesmo que o sono seja maior) e seja firme nesse momento.

tá, além de tudo isso, pode ser que seu filho comece a ter medo do escuro, dizer que tem monstros no quarto e tudo mais, tudo isso, por que ele está percebendo que ele está crescendo e que você não estará instantaneamente ao lado dele. por isso, volte ao diálogo, converse, explique que você está feliz por ele estar crescendo, conseguindo fazer suas tarefas sozinho e que ele não precisa ter nenhum medo.

outra dica MUITO importante, mantenha uma rotina a noite! dessa forma, nossos filhos vão se sentir seguros e vão saber, por exemplo, que depois do banho, ele vai tomar uma mamadeira e irá para sua cama dormir, isso passa muita segurança para eles, saber o que irá acontecer.

não espere que seu filho durma no seu colo, é importante que eles aprendam que é na cama dele que irá dormir, pois caso contrário, ele acordará no meio da noite pensando que está no seu colo e isso pode deixá-lo ainda mais inseguro.

naninhas, bichos de pelúcia e até mesmo o super-herói preferido do seu filho, eles podem ser seus grandes aliados, deixe que seu filho escolha um dos seus brinquedos para enfrentar esse processo junto com ele e ao dar boa noite para seu filho, faça o mesmo com o brinquedo.  


 adeptos a cama compartilhada também passam por um processo junto com os filhos e por isso não podemos ceder ao primeiro choro e muito menos a primeira noite, é um trabalho de equipe e quando feito com muito amor e confiança, tem tudo para dar certo!

confie no seu filho, para que ele possa confiar em você!

You Might Also Like

2 comentários