Desenvolvimento correto da face - Por Sarah Selaimen

agosto 25, 2016


Minha conversa desse mês com vocês é sobre o assunto abordado no último encontro Fofoca de Mãe que aconteceu no Viva Open Mall no mês de julho – Odontologia Infantil e o desenvolvimento correto da face.

Acho importante mamães e papais estarem informados para identificar possíveis desvios de normalidade no desenvolvimento da face e arcada dentaria.

O mais importante é a criança estar dentro do padrão normal. Respirando bem pelo nariz, vivendo e dormindo com os lábios fechados, mastigando e falando bem.

A criança, desde a gestação na barriga da mamãe, já está se formando, inclusive a face e os dentes.

O primeiro trimestre da gestação requer maiores cuidados, com medicações e doenças da mamãe, fatores que possam interferir no crescimento e desenvolvimento da face devem ser evitados. Porque é nesse momento que as estruturas começam a se desenvolver, e podem ocorrer problemas de deformidade da face como o lábio leporino, fenda palatina, etc

O bebe então nasce.

O normal seria a mamãe amamentar no peito.


a sucção:
- fortalece músculos
- favorece crescimento correto dos ossos da face
- Favorece correta respiração/ mastigação/ deglutição
- Fortalecimento psicológico (criança mais tranquila e menos ansiosa)

Muito importante que o bebe durma de boca fechada, respirando bem pelo nariz.

Sempre que vocês observarem o bebê dormindo de boca aberta, o ideal é ir até o bebe e fechar os lábios.

O processo de crescimento (hormônio do crescimento) atinge seu auge durante o sono, por isso é tão importante o dormir profundamente e respirando bem para um adequado crescimento.

Sinais que podem indicar uma respiração incorreta, pela boca:
- baba no travesseiro
- Sonolência diurna
- Falta de atenção
- Alterações crescimento do rosto.

A respiração bucal pode afetar a beleza da face e essas alterações quando não tratadas na infância, perduram por toda a vida.

O bebe então chega aos 6 meses: Mamando no peito

Higiene oral feita com gaze, primeiros dentes começam a nascer, alimentação pastosa é introduzida -
não precisa adoçar nem salgar os alimentos - com a chegada dos dentinhos, iniciamos a higiene com escova e pasta com flúor - 1 grão de arroz (ate saber cuspir) – 1 grão de ervilha (sabendo cuspir).

A sequência dos dentes não é tão importante, o importante é que seja pareada, que dentes homólogos nasçam ao mesmo tempo.

Quando a criança chega aos 30 meses, é interessante que ela já esteja com a dentadura decídua completa.

Quando estiver com todos os dentinhos, a criança não preciosa mais de papinha. Ela pode começar a mastigar!!

Os dentes e a musculatura se beneficiam do exercício.

Quanto mais ela mastigar, mais ela desenvolve essa musculatura, favorecendo o correto crescimento e deixando o rostinho mais bonito.

Precisamos observar para não deixar a criança se desviar muito da normalidade de desenvolvimento. Algum desvio sempre é normal mas a observação dos pais e muito importante.

A partir dos 5 anos, se necessário, é possível intervir com tratamento. Quanto mais cedo mais simples o tratamento e prognostico melhor!

Aparecem então os dentinhos.


Nessa fase o normal é mastigar!!!!

A boca é o início do sistema digestivo (não do respiratório) – foi feita para comer e não respirar.

-          Começamos com a introdução dos alimentos sólidos, pois agora o bebê tem dente, e deve mastigar!!

-         Observar se morde com os dentes da frente, cortando os alimentos, se mastiga dos dois lados, se não faz careta para mastigar e engolir. Essas características quando observadas, indicam desvio da normalidade.
Exemplo:
Criança comendo milho na praia/ costelinha no churrasco:
Se ela morde com os dentes da frente, é normal. Se ela come de lado pode ser que os dentes da frente não estejam sendo usados. Pode indicar que essa criança use muito a chupeta ou tem o habito de chupar o dedo. E consequentemente tem uma mordida aberta (dentes não se encostam)não permitindo a elas usar os dentes da frente para cortar os alimentos.

Importância da consulta com o Odontopediatra

A primeira consulta deve ser feita com bebe ainda na barriga,é uma consulta para a mãe, vocês vão receber muitas orientações:
-alterações que fogem da normalidade
- cuidados com a alimentação
- orientações de higiene em cada fase do bebê.

É esse profissional que vai avaliar qual a regularidade das consultas para cada bebê ou criança.


You Might Also Like

0 comentários