Lucca está de férias?

agosto 22, 2016


Na semana passada falei lá no instagram @fofocademae que Lucca iria ficar afastado da escola por um tempo e muitas pediram para que eu contasse um pouco mais sobre o porquê dessa decisão.

Demorou, mas estamos aqui!

Quem nos acompanha há mais tempo sabe que o Lucca fica muito doente no inverno. Moramos no RS e a minha casa é muito úmida também, mesmo que eu esteja sempre com o ar quente ligado para minimizar isso. Mas acordar cedo para a escola, sair no sereno, os colegas, os brinquedos trocados, enfim, muitos motivos que sempre favorecem essa seqüência interminável de gripes, otites e muito mais.

Lucca já fez duas cirurgias para colocação de dreno no ouvido e mesmo assim, continua fazendo otites (algumas bem fortes). Acompanho médico quase que diário com o otorrinolaringologista que o atende há mais de 2 anos e mesmo assim, não conseguíamos encerrar essas seqüência.

Nos últimos 5 meses, ele deve ter freqüentado a escola apenas um mês (não em dias corridos), foram febres altíssimas, muitos antibióticos e até tratamento injetável para que tudo acabasse, pois todas viam em seqüência, mal deixando com que ele se recuperasse da última medicação.

Disso, em uma dos milhares de conversar com o médico, ele me sugeriu que afastasse Lucca da escola por um período, ou então que deixasse ele por apenas um turno. 

A minha primeira decisão foi que isso não seria feito, pois sempre tentava acreditar que aquele era o último episódio de gripe ou o que quer que fosse, mas infelizmente não foi e depois de muito pensar, conversar com meus familiares, com o pai do Lucca, que decidimos afastar ele da escola por 30 dias.

30 dias para que ele fosse se recuperar de tantas medicações (ele já tomou mais antibióticos do que eu em toda minha vida) sofrimento dessas doenças e sem falar no gasto astronômico com remédios. Esperamos que no final dessas férias, o tempo já tenha se firmado e Lucca esteja preparado para encerrar mais um ano escolar.

Estou trabalhando em casa, posso ficar com meu filho e nos dias que eu tiver compromisso fora, sempre vou ter o amparo da minha família para ficar com ele e, além disso, ele tem (quase) 4 anos, é apenas uma criança, ainda podemos fazer isso sem a consequência de perder aprendizado.

Meu filho precisa desse cuidado, precisa de mais amor e carinho para que possamos encerrar de uma vez por todas essas doenças.



You Might Also Like

0 comentários