Mais um dia ao teu lado!

dezembro 07, 2016


Dois anos.

730 dias.

17.520 horas.

Intermináveis (e torturantes) segundos.

É assim que me deparei com a realidade.

É assim que uma ausência física te deixa, sem noção da realidade, te tira a noção do tempo.

Todos os dias, desses dois anos, me parecem ontem, mas né, como já cantava o nosso saudoso Cazuza: “o tempo não para”, ele continua, por mais que você implore, o ponteiro insiste em girar.

As lágrimas já não caem com tanta frequência, à dor (e até a raiva) dá lugar ao vazio.

As lembranças antes tão doloridas, hoje dão lugar às lembranças felizes, é uma alegria de ter vivido aqueles momentos.

Mas vou ser sincera, tem dias que não são assim.

Tem dias que aparece uma saudade que te mata por dentro, que te trava e só faz pensar em tudo que poderia ter sido se nada tivesse sido do jeito que foi.

E eu vou te dizer, é uma dor enorme.

Um sorriso, um abraço, trejeito, ou aquela ligação depois de alguma coisa boa ter acontecido.

Eu rezo, todos os dias. Peço conforto e luz – mesmo que muitas vezes eu já tenha questionado porque Ele tomou essa decisão.

Tem dias, que nem rezando consigo acalmar esse coração saudosista.

Tento manter a memória viva, mas descobri que ela nos prega peças, e que aos poucos vamos esquecendo coisas que a gente queria que fossem inesquecíveis.

A voz, o calor do abraço, o brilho do sorriso, a paz.

O tempo não parou para que eu me recuperasse, a vida continuou, e hoje eu sou só saudade!


Pai, eu só queria mais um dia ao teu lado!

Te amo por todo sempre, de onde tu estiver!  

You Might Also Like

0 comentários