Minha história no Fofoca - Luzia Martin

maio 30, 2017

Na quinta-feira passada (25/05) foi o dia nacional da adoção e antes tarde do que nunca, convidei uma mamãe muito especial para nos falar sobre isso!

Luzia é mãe de dois meninos lindos, o Arthur e o Theo, que tem pouco mais de um mês! Luzia, é filha de coração de um casal incrível e ela contou a sua linda história de vida!


"Fui convidada pela Pâmela do Fofoca de mãe a contar um pouco da minha história, e cá estou, abraçada nos meus filhos como de costume e pensando em como contar pra vocês o quanto sou abençoada, o quanto minha família é iluminada e o quanto sou sortuda.

Meu nome é Luzia Martin Hörlle, tenho 24 anos e há 22 anos eu tenho esse nome, que foi me dado com muito amor por duas pessoas maravilhosas. Pessoas que eu conheci chamando de titio e titia e que hoje chamo de pai e mãe!

Fui adotada quando tinha 1 ano e 8 meses, já não era tão bebê. Já vim com minha personalidade formada e com as minhas manias, meus pais não viram meus primeiros passos, não viram meu primeiro tombo, não viram meu primeiro dente nascer nem minha primeira palavra. 


Mas isso nunca foi relevante pra eles, porque no dia em que eles chegaram na casa de passagem e me viram com aquele rosto todo sujo e detonando uma pratada de macarrão com molho, eles tiveram certeza de que era eu quem eles escolheriam pra amar incondicionalmente - pelo tamanho do prato de macarrão acho que não pensaram muito no prejuízo com a comida que teriam, ahahahahah - , naquele momento nós nos escolhemos. Eu ganhei um par de tênis dos titios e ali começou um laço forte que até hoje rende muitas histórias.


Ganhei um pai uma mãe e de quebra ainda me deram de presente um irmão, que também é adotado e é um anjo na minha vida. Nos damos bem demais e nos amamos muito, estamos sempre ali quando o outro precisa, somos irmãos de coração! 


Meus pais podiam ter filhos, adotaram por opção, não se importaram com idade nem com cor. Escolheram com o coração.

Muita gente me faz perguntas com medo, receio de me magoar de alguma forma. Claro que há casos e casos de adoção. Eu e meu irmão sempre soubemos que éramos adotados, quando criança nos ensinaram que nascemos do coração e levo isso pra vida.

Meus pais são meu orgulho, meus exemplos o amor e a família maravilhosa que nos deram, nunca fomos tratados com indiferença, pelo contrário, fomos acolhidos pela família toda da mesma maneira que os demais.


Sou uma pessoa muito agradecida pela vida, me considero muito sortuda que em meio à tantas outras crianças eu tenha sido escolhida, e assim ter oportunidade de viver uma vida nova, com pessoas que me dariam do bom e do melhor, que me dariam educação e muito carinho.

Hoje sou a mãe do Arthur de 2 anos e meio e do Theo de 1 mês e meio, lindos, saudáveis e muito amados, graças aos meus pais! 


Agora tendo minha própria família, meus filhos, eu entendo a importância de tudo isso, e penso "meus pais podiam ter filhos biológicos assim como eu tive, mas eles foram tocados por um sentimento muito maior, nobre e lindo que foi a vontade de dar amor ao próximo".

Sinto muito orgulho não só de terem nos adotado, mas também de terem compartilhado essa experiência com outras pessoas em encontros de casais.

Venho fazer um convite, convite esse, que pode mudar uma ou mais vidas. Quando tiverem oportunidade de fazer alguma doação para esses lares façam, mas façam com tempo e pessoalmente. Tirem um tempo para ir lá visitar, levar um pouco de alegria, dar carinho, um pouco de atenção, levar um mimo, conhecer a história de uma criança. Fará toda a diferença na sua vida e talvez você também seja tocado por esse sentimento lindo e quem sabe possa transformar uma vidinha e dar outro rumo a história dela, assim como meus pais fizeram comigo e com meu irmão, e torna-la tão feliz quanto nós somos.


Um iluminado dia a todos!"


_________________________________________________________________________________

Você tem uma história para nos contar? Mande um email para fofocademae@gmail.com, vou adorar conhecer você um pouco mais e se quiser, sua história pode ser contada aqui no blog!

You Might Also Like

0 comentários