Pai Ausente - Por Ananda Urias, do blog Mãezice

julho 03, 2017

Quem aí conhece a Ananda, do Mãezice?

Pipow, ela é maravilhosa, escreve TÃO bem, traduz tão bem a nossa maternidade real!

E ela publicou um texto lindo sobre "Pai Ausente" e eu precisava compartilhar com vocês, pois sei que muitas aqui passam por isso, eu sempre passei por isso também e é claro que a gente se identifica com textos assim!

Bora lá!

Querido pai ausente, 

Seu filho é uma criança incrível e você, há anos, está perdendo tudo isso. Ele, as vezes, me questiona a sua ausência, e eu não sei o que dizer. Gostaria de dizer a verdade, mas ela é muito dura para uma criança tão pequena. Enquanto você gasta todo o seu dinheiro na balada e me denigre porque te peço o que é de direito dele, eu não tenho tempo para tais diversões. 

Eu queria dizer para o mundo que ele é só meu, mas da pra ver nos olhos e seus nos traços... você estampado nele. A minha luta diária é que ele não se pareça com você no carácter. Porque filho meu vai aprender a respeitar quem do seu sangue nasceu. E ele vai aprender a te respeitar também, mesmo você não merecendo... eu desejo que ele tenha um coração puro de amor! Raiva e rancor iriam apenas acabar com a sua inocência. Quando vejo aquele sorriso tão sincero, oro para que ele seja pra sempre um ser de puro amor, porque é isso que ele recebe de mim. 

Ensino ele a orar por você todos os dias. Criando um filho forte e sem dores profundas, sei que estarei criando também um homem generoso, amoroso e que respeita aos outros. Mas de você, caro pai ausente, sinto pena porque não sabes aproveitar os momentos ao lado dele. 

Você, por um acaso, saberia responder: qual o seu lanche predileto? quem é o seu melhor amigo? o desenho animado preferido? o herói ou a princesa favorita? a blusa que ele mais adora? As suas frases novas? Se ele sonha em ser astronauta ou bailarina? Se ele tem medo de escuro? Se ele sonha em ter um cachorro? Qual foi o último nome que ele chamou? 

Você não sabe responder. Mas eu sei! E sei muito mais. Ele não precisa nem me contar, porque eu sei coisas sobre ele que só quem ama e convive poderiam saber: sei quando ele está mentindo para mim, sei quando ele está triste, quando algo o preocupa, e sei também quando ele precisa do meu silêncio e daquele bom e velho colo que cura. Ele está crescendo, caro pai ausente, e você perdeu todas as oportunidades que a vida te deu de se fazer presente. 

Eu ensinei ele a não mais chorar por ti. E ensinei que amor não se impõe, não se implora... E sendo assim, hoje ele é fruto de todo o meu esforço e zelo, mesmo em meio a tanto sufoco e preconceito. Somos apenas dois, mas nos tornamos a melhor família que poderíamos ter. 

Um dia, você vai acordar e perceber que você perdeu o maior presente que a vida já te deu. E nesse dia... eu vou orar para eu possa perdoar todas as lágrimas que meu filho chorou por não saber: por onde andava você! 

Assinado: mãe presente.

___________________________________________________________________________________

Caí um cisco no olho né?

Então segue a Ananda, tu não vai te arrepender!

Facebook: /maezice

Instagram: @maezice


Ananda, sou tua fã <3

You Might Also Like

0 comentários