Aceitação: o meu corpo de verão


entramos em tempos de um "tour pelo meu corpo", exatamente na época em que as pessoas estão desesperadas na busca de um "corpo perfeito", não é?

é no verão que vemos uma "surra" de fotos, uma disputa de quem tem a bunda "na nuca", ou da barriga "mais tanquinho", nada contra quem está em busca, mas não é a minha realidade.

mas espera aí, algo aconteceu nesse verão!

muitas mulheres cansaram de se esconder e estão assumindo seus corpos, sejam eles fora do "aceito pela sociedade", até a musa da Anitta tem celulites, quem somos nós na fila do pão para dizer que não temos?

eu tenho estrias e uma barriga flácida, marcas da transformação mais incrível da minha vida.

confesso que muitas vezes já me senti pressionada por ser a "diferentona", não ser extremamente saudável, ou vegana, ou sei lá mais o que - eu não tenho NADA contra quem opta por essas escolhas, mas ainda, leiam bem AINDA, não é a minha praia - apenas não vou fazer algo, só porque virou modinha.

por favor, não entendam mal, essa é a MINHA escolha de vida.

pode ser que daqui um tempo que queira, mas por enquanto ainda não é a minha necessidade.

meu corpo me trouxe até uma vida que eu nunca poderia imaginar, ele tem uma gordurinha aqui, algumas vezes dou a desculpa que estou para ficar menstruada, por isso minha barriga está enorme, ou aquele dia que eu acordei sem vontade nenhuma de sair para correr (sem aquele papo de seja mais forte do que a sua maior desculpa!), bebo minhas cervejas, sou louca por chocolate branco, meu chá é com umas 3 colheres de açúcar, enfim, essa sou eu.

esse é o meu corpo de verão, com uma barriga flácida que nem dá pra ver meu umbigo, seios caídos, braços grandes, aquela gordurinha a mais nas costas, coxas que encostam uma na outra, bunca caída, cheia de celulites, mas é meu, meu corpo!

exposição demais para umas pessoas, "nossa, que ridícula" para outras, mas se UMA ÚNICA pessoa perceber que deve amar o corpo que tem, do jeito que é, meu trabalho já está feito.